Análises Wii

Spider-Man 3

Publicado em 16/05/2007 |

Os proprietários elitistas do Wii se recusam a comprar qualquer jogo que não tenha sido desenvolvido especificamente para o console da Nintendo, com Spider-Man 3, forçados a confrontar um novo dilema. Essa aventura foi criada pela Vicarious Visions (Marvel: Ultimate Alliance) com o Wii em mente e isso é visível. O título inclui vários arcos da estória original, diálogo individual, estruturas singulares de missões e até mesmo mecanismos especializados de gameplay desenvolvidos para o Wii remote e nunchuk. Você pode tornar-se Spider e saltar pela cidade com o movimento dos controles. E ao mesmo tempo em que todos esses detalhes parecem ótimos no papel eles não se desenvolvem ou (especialmente) parecem tão fluidos ou tão impressionantes como qualquer fã de Spider-Man desejaria. Diga que foi um ciclo de desenvolvimento apressado ou culpe as limitações técnicas do Wii se preferir. O resultado final é o mesmo: Spider-Man 3 tem seus momentos, particularmente quando o lançador de teias está navegando entre os arranha-céus, mas muito do propósito será da mesma forma ter seu senso de aranha aguçado.

Confira os fatos!

A versão para Wii do título foi desenvolvida separadamente das versões para o Playstation 3 ou para o Xbox 360 e assim existem algumas diferenças claras, as quais notaremos brevemente e então seguiremos adiante. Tudo do jogo leva a uma base primaria similar – a mesma que a do filme. Peter e MJ estão apaixonados e Harry, uma vez amigo próximo, está traçando um plano para destruir Parker de uma vez por todas. Enquanto isso, o Homem-Areia está prestes a se apresentar ao mundo e acima de todo o resto, o traje negro é a ameaça do assustador Venom está por perto. Não daremos detalhes, mas obviamente você precisará jogar esse arco de estória principal conforme você progride ao longo do título no Wii, e o mesmo é verdade para os outros. Onde eles diferem é na apresentação e execução. No Wii, você ganha acesso ao traje negro muito mais rápido e pode vesti-lo a qualquer momento com algumas restrições, as quais diremos adiante. Em outras versões, o traje negro só é disponibilizado inicialmente em determinadas missões. A versão da Nintendo também traz um forte elemento de construção de personagem.

O que falta severamente, entretanto – e era previsto – são os gráficos mais novos que as interações da próxima geração trazem. Mas sejamos específicos, porque isso é uma grande decepção. Spider-Man 3 para Wii coloca você dentro de uma cidade aberta, que flui dinamicamente conforme você salta pelos ambientes. A metrópole em si é enorme – pelo menos duas vezes maior que os cenários dos jogos anteriores. Ao mesmo tempo em que seu tamanho absoluto é ambicioso, a apresentação e a composição dos ambientes definitivamente não são. O lançador de teias vai e vem ao longo de blocos de cidade embaçadas e mal-acabadas que surgem e desaparecem e são quase inteiramente sem pedestres lá embaixo. Pior, a rotação de quadro nunca é fluida – ela constantemente engasga e diminui dependendo do que Spider-Man está fazendo ou onde ele está. Isso é verdade apesar do fato de que existem poucos pontos de destaque arquitetônico ou separadores – você começa a notar que não importa para onde você vá, a área parece muito com a que você acabou de deixar.

Se você rasteja para uma construção muito alta e olha para a cidade que se torna menor aos seus olhos, você verá dúzias de estruturas completamente privadas de texturas, como, presumimos, o estúdio de produção escolheu amenizar as formas de objetos distantes a fim de manter uma ainda lenta rotação de quadros ou porque ele não poderia efetivamente correr com tudo de uma vez. Há recorte de polígono. O detector de colisão parece desativado algumas vezes. Algumas das batalhas animadas são rígidas no mínimo. O sistema de iluminação está ausente também. E ainda, todas essas disparidades visuais consideradas, você provavelmente será muito prejudicado pela câmera do jogo, que está frequentemente mostrando a ação de um ponto de vista desorientado ou para tentar ajeitar-se atrás de Spider quando ele faz um giro rápido.

Há problemas de apresentação, para ter certeza, mas Spider-Man 3 não é um fracasso total. Como dissemos, a cidade em si é enorme e você pode saltar por ela livremente. Você pode ir a qualquer lugar a qualquer momento, em outras palavras, e quando você realmente começa a dominar a complexidade do Wii remote e sistema de salto com o nunchuk, você se verá girando acrobaticamente no ar, saltando de paredes de construções, mergulhando em direção a uma rua e então lançando sua teia, somente para voltar para cima de novo. É durante esses momentos de saltos que Spider-Man 3 mostra seu melhor e isso é em grande parte verdade por causa do esquema especifico do controle do Wii.

O novo controle e o nunchuk da Nintendo foram criados como meios para facilitar um método de controle mais intuitivo para que os jogadores que acham os controladores tradicionais desestimulantes, em outras palavras, deveriam ser capazes de apreender a filosofia por traz dos movimentos baseados em gestos. Entretanto, em Spider-Man 3, o oposto é verdade. Os controles não estão imediatamente acessíveis. De fato, achamos que as repetições do PS3 e Xbox 360 eram muito fácies de se envolver. E ainda, se você dedicar poucos minutos no projeto do Wii de desfazer a verdadeira funcionalidade e herdada flexibilidade do sistema de gestos, acreditamos que você concordará que esse jogo em última instância oferece uma experiência de controle mais responsiva e recompensadora. Há várias razões para termos gostado, então começaremos do nível superior e iremos descendo. Usando o nunchuk e o Wii remote, você pode efetivamente controlar os braços de Spider-Man respectivamente, o que não pode ser feito em qualquer outra versão.

Saltar com Spider pelos cenários da cidade é fácil, na maior parte. Você segura a tecla Z e faz um movimento rápido para frente para mandar uma teia da mão esquerda do super-herói ou você pode segurar o gatilho B e fazer o mesmo com o Wii remote para lançar uma teia da mão direita. Simples, mas há mais no sistema do que inicialmente notamos. O sistema de gesto realiza especularmente na maior parte do tempo, muito embora tenhamos encontrado problemas ocasionais – Spider pode acidentalmente saltar para a direita quando gesticulamos para a esquerda – um notável acidente. Conforme você joga através do título, que corre umas boas 15-20 horas se você progride além do arco de estória principal e participar das muitas missões laterais, você conseguirá dominar o tempo de movimento e liberação. Pressionar B, movimente para frente e segure a tecla Z e Spider lançará uma teia com sua mão direita e irá girar satisfatoriamente no ar. Solte o gatilho B e ele solta uma teia, mas solte o gatilho B e a tecla Z juntas e ele ganhará uma carga de teias, voando mais alto com acrobacias divertidas, Simples e claro, é divertido.

Infelizmente, Spider-Man eventualmente (e muito frequentemente para nosso gosto) tem que voltar ao solo para pegar instruções sobre as missões e lutas com inimigos. Existem objetivos primários envolvendo um número de vilões, e adicionalmente você será convidado a lutar contra gangues ou ajudar policiais de algum modo. O jogo distribui novos desafios usando um mecanismo de aleatoriedade para que nenhuma meta seja muito parecida com a outra, o que mantém a ação de alguma forma nova. Dissemos de alguma forma porque a maioria das missões ainda é similar. Você também regularmente tem que impedir uma gangue de seqüestrar alguns caras ou de armar bombas em prédios, por exemplo. Spider ganha pontos de experiência, o que pode ser usado em conjunto com uma robusta árvore de habilidades para comprar uma série de atualizações de aperfeiçoamento de gameplay. Spider-Man começa com apenas habilidades muito básicas e avançará a atualização dele, fazendo-o saltar por inimigos com laços de teias, mergulhar de paredes, e executará muitas combinações maiores. O sistema adiciona violência do RPG para a experiência geral e é muito inteligentemente implementada porque atua como o advogado do diabo usando um traje negro.

Pressione o D-Pad esquerdo e Spider dominará seu traje negro a qualquer momento. Há vantagens imediatas ao usar o traje, mas também existem desvantagens – o jogo capitaliza com sucesso nessa relação. Vestindo o traje negro, Spider é mais cruel, mais rápido e mais forte. Ele pode pular mais alto, bater mais forte, e no geral agitar o mundo de qualquer inimigo na metade do tempo que levaria usando o traje vermelho. Mas com todas as atualizações, o vermelho é em última instância o mais poderoso das duas fantasias e se você não usá-la ao longo do jogo você nunca ganhará pontos de experiência e para períodos estendidos de tempo, pode ser um risco, conforme a simbiose tenta tomar o controle. Isso é representado na tela com elegância cinematográfica – os tentáculos dos trajes começa a surgir à sua vista, diminuindo sua visão. Se você deixa que eles tomem controle da tela, Spider eventualmente desmaiará e você precisará recomeçar do seu último “check point”, o que é dinâmico. Para abandonar o traje negro pelo vermelho, você precisará participar de um minigame centrado em movimentar o Wii remote e o nunchuk em várias direções. Esses jogos de gestos, como estamos falando sobre eles, são desfrutáveis e uma quebra bem-vinda do monótono sistema de batalha.

Voltamos a essas frustrações no solo agora. Apesar de todas as atualizações a venda e a inteligente dicotomia dos trajes vermelho e preto, lutar com inimigos geralmente não é divertido por várias razões. Primeiro, a câmera realmente não funciona. Sem dúvida fora das teclas e opções. A produtora escolheu mapear todos os controles de câmera para movimento de toque no nunchuk e isso simplesmente não é suficiente. No calor da batalha, você deve precisar de reposição de câmera rapidamente, e isso nunca é possível. Para fazê-lo, você precisa segurar a tecla C e então movimentar para direita ou para esquerda com o nunchuk, mas isso é lento e distrai, especialmente se você estiver gesticulando simultaneamente com o Wii remote para atacar. A segunda razão é que movimentar o Wii remote para fazer Spider dar socos não é responsivo. Para realizar combinações, você agita para esquerda e direita em seqüência, mas na hora que tiver gesticulado seu quarto soco, o super-herói está na verdade dando o segundo na tela. E então há o problema de detecção de colisão, que está ausente nesse jogo, e então quando você conecta com inimigos, você nem sempre tem aquele dinamismo satisfatório de realmente bater neles. Quando você também considera que as gangues de inimigos repetem a mesma fala toda vez que você encontra com eles, a experiência tem uma ausência de polimento. É tudo apenas funciona o suficiente para ser perdoável, mas dificilmente é ideal.

Admiro o estúdio de produção por dedicar tempo e esforçar-se para criar uma versão original e madura de Spider-Man 3 para Wii. Existem também idéias inteligentes aqui. Eu realmente penso que os mecanismos fundamentais de saltar por ai do jogo são inspirados uma vez que você entende suas complexidades. Eu realmente adorei a dicotomia entre os trajes vermelho e negro. Penso que o elemento de construção de personagem é bem-implementado. E algumas vezes a sensação de flutuar acrobaticamente pela cidade é bem retratada na tela. Mas existem sérios problemas com esta tentativa também. A apresentação visual inferior realmente fere; a versão para Wii engasga com uma rotação de quadros inconsistente apesar de muito da cidade ir surgindo do nada e do fato de que muitas estruturas 3D não tem textura quando vistas a distância. O sistema de batalha, ao invés de alguma melhora pelas atualizações, parece desajeitado e nada refinado. E muitos dos arcos de estória, ao mesmo tempo em que são originais, não são nem interessantes nem muito bem executadas.

Acredito que os fãs devotos de Spider-Man ainda encontrarão muito de que gostar nesse projeto e eu encorajo todos a dar uma chance e conferir os mecanismos de saltos. Entretanto, em última instância a versão Wii de Spider-Man 3 – como as versões para PS3 e Xbox 360 – cai bem abaixo das expectativas por todas as razões acima mencionadas.

Deixe seu comentário

2 Comentários para "Spider-Man 3"

  • Legal, poderoso, fantástico e luta super Bem não tem quem o mate-o
    porquê antes ele o mata.

  • Na verdade gostaria de saber a última frase dita pelo spider man 3 se puder me enviar agradeço desde já ok !!!