E3 2007

E3 2007: Super Mario Galaxy alcança as estrelas

Publicado em 12/07/2007 |

E3 2007Em novembro, ele estará de volta: “Super Mario Galaxy”, em sua segunda e última aparição na E3, parece estar pronto para suceder “Super Mario Sunshine” como uma autêntica aventura do protagonizada pelo bigodudo. Na demonstração disponível no pavilhão de exposições da feira, o personagem explorava um pequeno planeta, com crateras, canos, vegetação e um pequeno lago, correndo atrás de três coelhos.

É fácil encontrar os bichinhos, que estão escondidos em diferentes locais do cenário. Embora eles sejam ágeis, Mario é mais rápido e bastam alguns segundos de perseguição, ao encontrá-los, para vencer a brincadeira. O passatempo ilustra bem as constantes mudanças na perspectiva de visão, que fazem Mario correr de cabeça para baixo ou na extremidade do planeta, uma sensação muito bacana para quem está do outro lado da tela – dá até vontade de ficar correndo a esmo.

O personagem, então, ganha um movimento chamado “spin-punch”, que é justamente um soco giratório, acionado ao chacoalhar o Wii-Remote, e passa a poder pular de um planeta a outro, em plataformas especiais, ou mesmo flutuar pelo espaço.

Em outro demo, ao entrar por um cano, no interior de um planeta, o jogador tem pela frente um quebra-cabeça. Ao percorrer o ambiente, que obviamente tem formas arredondadas, é preciso desviar de plataformas elétricas, goombas e passar por pontos de interrogação azuis, transformando-os em pontos de interrogação amarelos.

É meio desajeitado no começo, porque a física, aliada às ameaças citadas no parágrafo anterior, dificultam movimentar-se com a precisão necessária e, caso o jogador dê mais de um passo em cima do mesmo ponto, ele volta à sua forma original. Terminado o quebra-cabeça, uma estrela é liberada.

“Super Mario Galaxy” é o típico game em que poucos minutos de jogatina não são muito eficientes enquanto amostra do todo. De qualquer forma, pelo que foi mostrado até agora, com o perdão do trocadilho, o mascote está preparado para alçar vôos muito altos.

Deixe seu comentário